Follow by Email

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Metamorfose Política Contínua ...

O Luis Inácio e seu Partido trouxeram para a vida política uma novidade : a metamorfose em busca do poder pelo poder , e nada mais . Mas não é essa a ideia que temos tradicionalmente de partido político . Nem nos nem tão pouco, que eu saiba ,em parte alguma . Partido politico costuma a ser entendido como uma instituição de filiação voluntária para juntar forças visando conduzir a Nação, de todos, por rumos seguros e no entender dos filiados mais adequado . Para isso buscam o poder em disputa leal com outras tendências e com o restante da população não engajada, porém certamente mais numerosa , e que responde pelo esforço de construir a Nação . A maioria trabalha e alguns fazem legitimamente a necessária política para ajustar rumos . No momento o que vemos é uma luta desvairada pelo poder como se cada partido fosse individualmente o único com rumos adequados para os que trabalham e constroem a Nação , que é de todos . Eu pessoalmente vejo no exessivo conteudo ideológico das posturas partidárias a causa desse terrível pragmatismo na prática política . Querem fazer crer que só com ideologia se costruirá a prosperidade e a felicidade nacionais . Puro engano , ideologias tem seu momento , e seu campo bem delimitado de utiidade . Fora isso atrapalham mais que ajudam . UM DOS PIORES MALES É DILUIR A CONSCIÊNCIA CRÍTICA IMPOSSIBILITANDO O JULGAMENTO POR PARTE DA CIDADANIA  que deveria ser quem daria última palavra ! A metemorfose contínua de um partido político desfigura sua proposta , engana os eleitores , não da base de confiabilidade para o exercício do poder e creio só tem sido possível graças ao fechamento das mentes de seus seguidores por um condicionamento ideológico criminoso . Vejamo as seguidas metemorfoses , em que pese seus estatutos digam o contrário  , do partido que conquistou a maior bancada no congresso :

1988 - O PT vota contra a Nova Constituição que mudou o rumo do Brasil.

1989 - O PT defende o não pagamento da dí­vida brasileira, o que transformaria o Brasil num caloteiro mundial.

1993 - Itamar Franco convoca todos os partidos para um governo de coalizão pelo bem do paí­s. O PT foi contra e não participou.

1994 - O PT vota contra o Plano Real e diz que a medida é eleitoreira.

1996 - O PT vota contra a reeleição. Hoje defende.

1998 - O PT vota contra a privatização da telefonia, medida que hoje nos permite ter acesso a internet e mais de 150 milhões de linhas telefônicas.

1999 - O PT vota contra a adoção do câmbio flutuante.

1999 - O PT vota contra a adoção das metas de inflação.

2000 - O PT luta ferozmente contra a criação da Lei de Responsabilidade Fiscal, que obriga os governantes a gastarem apenas o que arrecadarem, ou seja, o óbvio que não era feito no Brasil.

2001 - O PT vota contra a criação dos programas sociais no governo Fernando Henrique: Bolsa Escola, Vale Alimentação, Vale Gás, PETI e outras bolsas são classificadas como esmolas eleitoreiras e insuficientes.

Quase toda atual estrutura sócio-econômica do Brasil foi construí­da no perí­odo listado acima. O PT foi contra tudo e contra todos. Inclusive contra o Bolsa Família implatado pelo Fernando Henrique, que o Lula diz que foi ele que fez (fazendo uma lavagem cerebral no povo e enganando os jovens que há 8 anos atras eram crianças, assim como os adultos que há 8 anos atras eram jovens e não se  ligavam em política).Hoje roubam todos os avanços que os outros partidos promoveram e posam como os únicos construtores de um paí­s democrático e igualitário.

Já que o PT foi contra tudo e contra todos desde a sua fundação, fica uma pergunta para que os leitores respondam: em 8 anos de governo, quais as
reformas que o PT promoveu no Brasil para mudar o que os seus antecessores deixaram?



Não seria oportuno uma revisão profunda nos nossos processos políticos para sair desse atoleiro AFINAL NOSSA BANDEIRA TREMULA DIZENDO : ORDEM E PROGRESSO , e o que vemos na nossa praxis política é anarquia e perplexidade ! Um cenário que agradaria ao Trótski e sua necessidade de revolução permanente... Eu preferiria a tese de evolução permanente dentro de balizas adequadas que contemplassem adequadamente toda a população !

Nenhum comentário: