Follow by Email

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Li na imprensa nesse dia que ...

...o Alckmin estaria sendo convidado a ficar neutro com relação ao impedimento da Menina travessa que não gosta de colaborador premiado. A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania ..e livre ... mas dar por omissão uma permissão  para que ela continue a nos endividar passando por cima do Congresso é demais ! O Congresso é o nosso interlocutor com o Governo ... se o desaprovarmos  podemos alterá lo pelo voto , e impor austeridade ao Governo . Mas definitivamente dar carta branca para que políticos ambiciosos , e desonestos , nos afundem em dívidas pretextando que estão agindo por causas nobres querendo com isto justificar passar por cima do Congresso e dessa forma à nossa revelia  O enriquecimento ilícito de alguns políticos, e seus comparsas não políticos, é fato conhecido de todos nós ... assim quem se omitir , votar e/ou defender a continuação deste descalabro é otário e/ou conivente . O Alckmin é um dos bons administradores públicos de que dispomos ... no seu partido encontramos outros até mesmo com visão bem esclarecida desse momento que atravessamos . O Serra propõe que nem mesmo o Congresso possa autorizar endividamento além de limites por ele mesmo fixados . Parece que a proposta é de 4,4 vezes da Receita Corrente Líquida. Em julho deste ano, o valor da dívida atingiu 5,6 vezes o valor da RCL, equivalente a mais de 70% do PIB.  .Se  estamos atualmente com valor > 5,6%  teríamos que iniciar a descida para % aceitável . Uma das poucas coisas que o Mujica que já presidiu o Uruguai disse , e eu subscrevo, e que política não é lugar para ninguém enriquecer ! Mas parece que a turma da bufunfa não quer largar as tetas governamentais e ela está endossando essa política para se safar  ... se vão em breve saberemos , até mais .







PS :

Veja detalhamento do projeto de relatoria de Jose Serra :
Senado pode limitar dívida

24 nov 2015
O Globo
merval@oglobo.com.br MERVAL PEREIRA oglobo.globo.com/blogs/blogdomerval





Hoje, os senadores terão a oportunidade de atuar de maneira decisiva na formulação da política econômica sem depender do Executivo e pairando sobre a politicagem que tem dominado os debates parlamentares. Haverá uma votação decisiva na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) parada há 15 anos, e que o senador tucano José Serra, como relator, tenta votar: fixar limite para a dívida consolidada da União.


Desde 2000, com a aprovação da Lei de Responsabilidade Fiscal, tais limites foram aplicados apenas às dívidas dos governos estaduais e municipais. O governo do PT sempre sabotou e impediu o avanço do mesmo limite para a esfera federal, ora proposto para 4,4 vezes da Receita Corrente Líquida. Em julho deste ano, o valor da dívida atingiu 5,6 vezes o valor da RCL, equivalente a mais de 70% do PIB.


Pela proposta de Serra, será concedido um período de transição de 15 anos para que a União reduza a dívida para o patamar de limite previsto no projeto, que complementa a Lei de Responsabilidade Fiscal. Em audiência na última quarta, o economista José Roberto Afonso, um dos autores da LRF, defendeu a tese de que não fixar o limite seria uma forma de limitar o Senado, pois, afinal, a Constituição de 1988 delegou tal competência exclusiva a ele. Não votar é o mesmo que se autolimitar.


Paradoxalmente, senadores que se dizem esquerdistas atacam o projeto, mas sem ele, na prática, continua valendo a Constituição de 1967, pois, afinal, os militares defendiam controle para outros governos, mas jamais aceitavam o mesmo para si, argumentou José Roberto Afonso. A democracia ainda não chegou à dívida pública, e, pateticamente, manifestos de esquerdas atacam Serra, que tenta regulamentar de forma bem moderada.


Ele sugere trajetória de 15 anos para enquadrar as contas do governo, mas permite que nos 5 primeiros anos ainda haja aumento de gasto. Quer dizer, Serra ainda dá licença para desajustes no governo Dilma, porque serão inevitáveis diante da recessão e dos juros altos, e ainda assim burocratas da equipe econômica reclamam que a trajetória seria apertada.


O fundamental é que o ministro Joaquim Levy, presente à última reunião, deu apoio à proposta. Assessores alegaram depois que ele não disse que concorda com o número. É como se ele pudesse apoiar a CPMF, mas não com a alíquota de 0,2% proposta na emenda do governo, ironiza José Roberto.


A Constituição trata de “dívida consolidada”, definida na Lei de Responsabilidade Fiscal, que faculta ao Senado limitar também “dívida líquida”. “Art. 30. § 2o As propostas mencionadas nos incisos I e II do caput também poderão ser apresentadas em termos de dívida líquida, evidenciando a forma e a metodologia de sua apuração”.


A Lei de Responsabilidade Fiscal prevê que o governo, em caso de instabilidade econômica ou alterações nas políticas monetária ou cambial, pode encaminhar ao Senado solicitação de revisão dos limites (art. 30, § 6o). Em caso de calamidade pública, suspende-se a contagem de prazo para retorno da dívida ao limite (e, portanto, a proibição de novo endividamento e a obrigatoriedade de obter superávits primários necessários à recondução da dívida ao limite) (art. 65).


Os prazos para ajustamento da dívida ao limite serão duplicados em caso de crescimento do PIB abaixo de 1% ao ano (art. 66, caput), que é o nosso caso este ano e possivelmente o próximo. Em caso de mudanças drásticas nas políticas monetária e cambial, reconhecidas pelo Senado, o prazo de recondução da dívida ao limite poderá ser ampliado em até 16 meses (art. 66, § 4o).


Mesmo com todas essas ressalvas, e protegida por elas nos próximos anos, a equipe econômica reage à limitação da dívida pública, ecoando o pensamento de Dilma, que já disse certa vez que “gasto é vida”.




Embora esteja empenhada na contenção de gastos neste seu segundo mandato, diante da crise econômica que seu primeiro governo desencadeou, a presidente Dilma parece não estar disposta a ser obrigada a manter limites oficiais à dívida pública.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Consciência e Cidadadania: GOA – uma cultura em vias de extinção, quem nos co...

Consciência e Cidadadania: GOA – uma cultura em vias de extinção, quem nos co...: ... é minha Amiga Ana Paula Lavado uma portuguesa que Ama sua terra, e sua história, que inteligentemente valoriza ! Veja no link : Goa um...

terça-feira, 29 de setembro de 2015

As demarcações da FUNAI e as invasões de terras por índios...

....a  liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania , assim para que aumente o alcance de sua ação dou a palavra ao João Bosco Leal para vos dizer algo sobre o assunto que é sério para muitos de nós que estão sendo atingidos desta forma pelo atual Governo como foi mostrado na postagem :
A indignação procede ... esse governo parece querer acabar com a Nação !


Hannah Ximenes ( 57.392 visualizações ).

Esta é a situação do nosso país: produtores rurais no Mato Grosso do Sul sendo expulsos de suas propriedades por bandos de índios armados, e sendo sequestrados, e espancados por eles. Tudo patrocinado pelo governo. Quem disser que não estamos em crise, e em guerra mesmo, merece, no mínimo, um tapa na cara. Hoje são as propriedades rurais, quem sabe se amanhã eles não vão querer invadir nossas casas, dizendo que o terreno pertencia a eles antes da colonização?

https://fbcdn-video-c-a.akamaihd.net/hvideo-ak-xfp1/v/t42.1790-2/11940793_769513899824584_2027723143_n.mp4?efg=eyJybHIiOjQyNiwicmxhIjoxMTE3fQ%3D%3D&rl=426&vabr=237&oh=37abd7e1662b54d215a0a4e34ad034ea&oe=55E5BAE3&__gda__=1441123040_53b87d45cad51246c08f38642bc94a3c




Para continuar esta denúncia é que dou a palavra ao João :

João Bosco Leal



As demarcações da FUNAI e as invasões de terras por índios

João Bosco Leal*

O antigo Serviço de Proteção aos Índios virou a atual FUNAI. Portanto, a FUNAI existe para proteger os índios e, assim, está para os índios como a CNA está para o produtor rural. Assim, como outorgar à CNA a competência para demarcar terras indígenas, tendo em vista sua parcialidade? Do mesmo modo, como entregar à FUNAI, também por sua parcialidade, a função exclusiva de demarcar terras indígenas?
Então, como fazer o produtor rural, que possui os títulos de suas terras - alguns há mais de um século -, outorgados pelos órgãos constitucionalmente competentes, aceitar que agora sua terra não mais lhe pertence porque a FUNAI a demarcou como sendo terra indígena?
Ora, quando de seu descobrimento, TODO o Brasil era dos índios. À medida que os governos legalmente constituídos foram tendo interesse em colonizar determinadas regiões do país, as terras chamadas "devolutas", ou seja, "do Estado", eram tituladas provisoriamente àqueles que para aquela região se dispunham a se mudar e lá desbravar essa terra. Após 10 anos, se ele realmente estivesse ainda morando na propriedade e tivesse dado a ela o destino determinado pelo governo, só aí receberia o título definitivo da mesma.
Em décadas mais recentes, ainda durante os governos militares, isso ocorreu na colonização dos estados do Acre, Rondônia e Roraima, onde, além de colonizar as regiões, o governo tinha interesse em povoar as fronteiras brasileiras com outros países. Em épocas anteriores, o mesmo processo ocorreu em Mato Grosso, no hoje Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Pará e em todos os estados não banhados pelo mar, pois os primeiros colonizadores, até pela maior dificuldade de transportar sua produção - seja para o mercado interno ou para a exportação -, nos primeiros tempos só haviam se infiltrado pelo interior dos estados com acesso ao mar, onde se situavam, e se situam ainda, os maiores centros consumidores de sua produção.
Entretanto, depois de toda a dificuldade enfrentada por esses colonizadores - os verdadeiros desbravadores do Brasil -, agora vem uma entidade como a FUNAI, que em hipótese alguma poderia ter - e não tem essa prerrogativa -, dizer que as terras onde já estão trabalhando as terceiras ou mesmo quartas gerações dessas famílias, dizer que devem abandonar tudo o que eles e seus antepassados lá construíram com suor e sangue, porque aquela área pertence aos índios. Além disso, essas invasões são incentivadas e patrocinadas pelo CIMI - Conselho Indigenista Missionário, um braço da Igreja Católica dirigida pelos padres Salesianos, como declara o próprio coordenador do CIMI em MS, Flávio Vicente Machado no vídeo encontrado em https://www.youtube.com/watch?v=Oq5ifE7Y_YY&feature=youtu.be ou em outros vídeos que mostram a mesma situação de incentivo promovido pela FUNAI por todo o Brasil, como:

https://www.youtube.com/watch?v=VNX9VZ-X8I8

https://www.youtube.com/watch?v=LsngTVKupMc

https://www.youtube.com/watch?v=3K5KaFILUqg

https://www.youtube.com/watch?v=XM5ckvj9hm

https://www.youtube.com/watch?v=S4G6ArKo8cs

https://www.youtube.com/watch?v=1cx0lGARZRY

https://www.youtube.com/watch?v=oPmAWWUm5mw

https://www.youtube.com/watch?v=yaicW3ifiFs

https://www.youtube.com/watch?v=4ZVvWE6-9qw

E os títulos, documentos emitidos pelo governo e registrados pelos cartórios durante todas essas décadas e as diversas transações comerciais existentes nesse período sobre algumas dessas propriedades que mudaram de proprietários por diversas vezes e que todos os que vieram por elas pagaram? E os impostos municipais, estaduais e federais cobrados desse produtor durante todo esse período, reconhecendo, para essa cobrança, como sua a propriedade?

Na Constituição Federal de 1988, ficou estabelecido que as terras indígenas de todo o país deveriam ser demarcadas em um prazo máximo de cinco anos e, a partir daí, não ocorreriam mais demarcações. Portanto, desde 1993, todas as demarcações seriam ilegais, mas pessoas com interesses escusos continuam incentivando invasões e novas demarcações.

A mesma Constituição Brasileira garante a segurança jurídica, o prestígio ao ato jurídico perfeito, a imparcialidade, o contraditório, a ampla defesa e o devido processo legal aos seus cidadãos, mas como o nosso Judiciário é extremamente moroso, alega-se que por isso INVADE-SE, para acelerar o processo, mas o Judiciário é moroso para todos ou somente para os índios? Isso é o mesmo que dizer que o índio pode executar, com as próprias mãos, uma sentença que não transitou em julgado e que muitas vezes ainda nem sequer foi proferida.

O que faria o cidadão urbano se, depois de décadas morando na casa que construiu, aparecesse a FUNAI determinando que de lá se mudasse - e sem direito a receber sequer pelo terreno -, porque ele havia construído sua casa sobre uma área que pertence aos índios?

E seus documentos? E o direito ao devido processo legal? Para a FUNAI nada disso importa. O que para ela importa é um laudo, antropológico, dizendo que essa terra um dia pertenceu aos índios. Se assim for, devemos regressar todos a Portugal e aqui abandonar tudo o que nós e nossos ancestrais construímos.

Ou o CIMI e a FUNAI deixam de incitar e patrocinar a invasão de terras por índios ou ainda presenciaremos muitas mortes de brasileiros, indígenas ou não.

* Jornalista e empresário.

A indignacão dos dois tem consistência face aos argumentos apresentados , deixo com os leitores a apreciacão desses fatos narrados para que cheguem às própias conclusões ... mas as invasões incentivadas e as agressões não procedem ! Até mais .

Contraponto
Os índios , claro , merecem defesa contra tudo que se diz de mentiroso sobre eles ... mas isso não justifica a violência parte a parte , assim cabe ao nosso Governo mediar de forma eficaz esse conflito . Épreciso olhar também os direitos dos que tiveram suas terras confiscadas e doadas aos indios .Publico para dar aos ídios sua defesa o comentário feito à esta postagem no fb :

Rafael Velloso Esse repórter (empresário e jornalista) não foi nada imparcial ao escrever sobre um tema tão sensível, o que ocorre é justamente o contrário. Um genocídio Indigena. Esse é justamente o problema de se ter uma imprensa financiada por bancadas lobistas. Não é o pequeno produtor que está sendo expulso de suas terras pelo indígena e sim o grande proprietário do agronegócio que está exterminando pataxós, guarani-kaiowás e muitas outras etnias. (Sobre a demarcação das terras indígenas ver mentira n. 8) http://www.axa.org.br/.../as-10-mentiras-mais-contadas...( recomendo a leitura das informacões contidas nesse link )

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Algo importante vinha faltando à nossa Democracia ...

...a liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania ,mas sem oposição livre, ativa ,e soberana nos seus direitos dados pela cidadania , não há liberdade ... o que resulta nesta geléia fétida em que estamos nos atolando ! As tiranias se instalam em um Pais quando conseguem implantar o medo cívico no coração dos seus cidadãos .Esses calhordas que nos governam são tinhosos em buscar implantar medo no coração dos cidadãos comuns e das instituições .Bateram no Agro negócio principal vetor de nossa economia , na Justiça baluarte do Estado , no sistema Bancário motor da nossa Economia, e avalista dos nossos negócios frente à economia Internacional da qual dependemos como se vê pela oportuna confissão que foi essa proposta orcamentária deficitária em muitos bilhões ( ~0.5% do nosso PIB ) ... mas não conseguiram derruba - las nem amedrontar os mais bravos entre nossos cidadãos . Tornaram reféns algumas de nossas maiores empresas usando justamente sua arma característica : o medo ! Vejam na transcrição ( do Estadão ) a seguir :




‘Todas as empresas tinham medo de não pagar propina’, diz delator


REDAÇÃO  do Estadão

01 Setembro 2015 | 04:30


Augusto de Mendonça afirmou à Justiça Federal que Odebrecht participava de reuniões para ajustar licitações na Petrobrás

Por Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, Mateus Coutinho e Fausto Macedo


Repar. Foto: Marcos de Paula/Estadão



O empresário e delator da Operação Lava Jato Augusto de Mendonça afirmou à Justiça Federal nesta segunda-feira, 31, que o executivo Márcio Faria, ligado ao Grupo Odebrecht, participava das reuniões de empreiteiros para deliberar quem seriam os vencedores de licitações da Petrobrás. Mendonça depôs como testemunha de acusação no processo aberto contra executivos ligados à maior empreiteira do País, inclusive seu presidente, Marcelo Bahia Odebrecht, preso desde 19 de junho em Curitiba, base da Lava Jato.

Ele disse que as empreiteiras pagavam propinas a dirigentes da estatal petrolífera. Por que as empresas pagavam propinas?, perguntou o juiz federal Sérgio Moro, que presidiu a audiência. “Pagavam porque a capacidade um diretor da Petrobrás de atrapalhar é muito grande. Todas as empresas tinham medo de não pagar. Eu acredito que todas pagavam.”

VEJA O PRIMEIRO TRECHO DO DEPOIMENTO DE AUGUSTO MENDONÇA AO JUIZ SÉRGIO MORO

Indagado se o Grupo Odebrecht participava das reuniões para escolher os vencedores das licitações da Petrobrás, Mendonça afirmou. “Sim.” Em seguida, ele disse que Márcio Faria representava a empreiteira naqueles encontros.

O esquema começou a operar ‘no final dos anos 90′, disse o delator, mas foi sistematizado a partir de 2003 e 2004. Ele contou que eram reuniões mensais, coordenadas pelo empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia, também delator da Lava Jato.

“Nas reuniões que eu participei, em 2004 e 2005, pela Odebrecht era o sr. Márcio Faria.”
Segundo ele, nesses encontros as empreiteiras ‘discutiam quem teria prioridades em determinadas obras e outras não atrapalhariam oferecendo preços superiores’. “As empresas discutiam e escolhiam quais as oportunidades que gostariam de participar, havia um acordo entre elas.”

O SEGUNDO TRECHO DO DEPOIMENTO

Augusto Mendonça declarou que a partir das obras da Refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, houve um ‘desequilíbrio’ entre as empreiteiras, o que provocou a criação do chamado clube e de um ‘campeonato esportivo’, com adoção de regras para que todas fossem contempladas com contratos na estatal petrolífera.

Segundo ele, apenas as grandes empreiteiras ficaram com as obras da Abreu e Lima, o que gerou um descontentamento entre as que ficaram com um volume menor dos contratos. “Houve uma adaptação, um ajuste da regra e isso foi escrito para que ninguém ficasse com dúvidas, como se as empresas fossem times, se dizia que o jogo começaria de novo.”

Ele atribuiu ‘um peso diferente’ à Odebebrecht. “Pelo peso e importância dela sempre tinha uma voz predominante dentro do grupo. No sentido de que quando ela queria alguma coisa era muito difícil que aquilo não fosse feito daquela forma. De outro lado se ela não quisesse alguma coisa certamente não seria feito.”

O juiz Sérgio Moro perguntou a Mendonça se as construtoras ajustavam os resultados das licitações. “Sim, as empresas escolhiam suas preferências e as demais respeitavam.”

A Odebrecht participava das reuniões?, insistiu o juiz. “Sim, senhor.” Ele citou, em seguida, OAS, UTC, Mendes Júnior, Camargo Corrêa.

“A Odebrecht ganhou obras nesses ajustes?”, indagou o juiz Moro. “Sim senhor, ganhou.”
Quais?

“Abreu e lima, marcante, e outra não me recordo.”


Tags: Augusto Mendonça, Odebrecht, operação Lava- Jato

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Assistindo à sabatina de Rodrigo Janot ...

... ao ouvir a afirmativa de que é impossivel.ao Ex  Lula não ter sabido o que se passava na Petrobrás, publico o vídeo que recebi ... e mais outro que mostra porque o chamo de Ex de Má Catadura.          
Está aí a origem de tudo ... mas a Petrobras micou e as conquistas estão indo pro brejo . O imbecil não levou em conta a conjuntura internacional ... o Brasil ( na linguagem dele = essa nacão ) ficou na pior ... mas eles dão risadas !!! VEJAM :
O outro :
Segundo o de Má Catadura, pobre = indio ... eles, os indios, estão até hoje como eram no descobrimento !!!! Não é uma besta quadrada ?



Fiquem com essas informacões que recebi e repasso  e as processem conforme suas conviccões , até mais  .


domingo, 16 de agosto de 2015

Ouçam a voz da sabedoria ...

... do Grande" Brahma" o nosso Guia .A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania assim para discernimento da multidão que vai hoje às ruas protestar, publico sem comentários pessoais , o vídeo que recebi :
Ele no vídeo ainda é jovem ... estaria vc entre as crianças que o ouviram , e aplaudiram ... vc sabe !




Até mais, e boa sorte no seu protesto !

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

De grão em grão a galinha enche o ...


.. papo , assim segue para seu conhecimento mais um grão que me veio ao conhecimento por via de Amigo . A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania eis porque repasso a informacão :

Tire suas próprias conclusões após assistir ao vídeo, e levando em conta que o PT quer o Cara em um ministério portanto fora do alcance da justica comum ( 1ra Instância ) :

Então foi assim que tudo comecou... que bom ainda haver pessoas com consciência honesta no Pais !

Até mais !




quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Lendo esse depoimento que me foi enviado pelo Amigo Antônio Turano ...

... lembrei - me de uma frase da Ministra Cármem Lúcia por ocasião do julgamento da Ação Penal 470 (Mensalão )  que lembra ser azarento quem cai na rede de Aracne !A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania , assim dou a palavra ao Sr Omar Peres para divulgar seu depoimento muito corajoso em que  que nos desvenda o panorama da insetolândia em que se transformou nossa Nação!
Querida Cármem não haverão teias  suficientes no mundo para pegar todos eles ... você foi brilhante : vamos nos contentar com os que pudermos pegar ! Por esse motivo peco vênia ao Ex Ministro Joaquim para caminhar na direção do Ricardo ; atacar essa multidão de insetos com detefon ... não dá, vamos acabar sendo vítimas ! O caminho que parece mais promissor é multiplicar os Ségios Moro , Rodrigos Janot/ e equipes para apanhar com inseticidas mais ecológicos o mais que pudermos dessa cambada ! Por falar em inseticidas lembro que o FHC quis aperfeiçoar a lei do colarinho branco e foi barrado por muitos insetos la no Congresso Nacional da época ... privatizou  a Vale, mas parou ante o berreiro dos insetos gulosos , na Petrobras .! Se tivesse feito o mesmo com ela teria sido dos males o menor  ... não acham ? É, diante do panorama mostrado pela lava jato ... creio que sim ! A seguir desses pobres comentários deixo os Amigos com o depoimento do Omar e convido - os a meditar depois de se recomporem do susto ... boa sorte !

O depoimento para seu conhecimento :

Da Série: Acorda Brasil!

 Depoimento corajoso do Sr. Omar Peres (empresário brasileiro e dono do hotel que está sendo construído na Av. Atlântica - Rio de Janeiro)

A roubalheira na Petrobras só foi descoberta por causa desse “azar”. Caso Paulo Roberto não tivesse sido pego em uma simples operação de câmbio, a roubalheira estaria correndo solta até hoje.

A Petrobras possui milhares de fornecedores. E, não pensem que a corrupção se dá somente nas grandes obras. Ela acontece em todas as áreas, em todo o tipo de fornecimento de produtos e serviços. Mas vamos nos ater somente às grandes:

A Petrobras sempre foi um centro de corrupção e enriquecimento ilícito de empresários, funcionários da própria estatal, de todos os níveis (uma minoria, mas que manda e tem poder) e, claro, de políticos. Sempre foi assim.
Falo porque SEI, pois convivi, indiretamente com toda essa canalhada.
Fui dono do Mauá, o maior estaleiro do Brasil e  Presidente do Sindicato da Indústria da Construção Naval brasileira. Isso me obrigava a estar, sempre, com o maior comprador de equipamentos navais, a Petrobras.

Na minha época, como industrial e líder do setor, há 20 anos, a corrupção já acontecia de forma IDÊNTICA como acontece hoje. Não se vendia um parafuso se não houvesse propina.

 Decidi vender a empresa (a melhor coisa que fiz em todos os sentidos), exatamente porque sabia que para continuar, teria de corromper. Trabalhei muito para revitalizar o setor. Logrei êxito.

 Quando comprei, a empresa tinha 50 funcionários e totalmente desativada. Vendi com 5 mil trabalhadores com carteira assinada.

Mesmo assim, preferi vender. Saí do setor, como não poderia ser diferente, de cabeça erguida: nunca dei um centavo para ninguém, nunca participei de atos ilícitos. E, por esse motivo, vendi, antes que fosse envolvido...

 Conheci e, me reuni, diversas vezes, com todos esses bandidos que estão presos e, envolvidos com a roubalheira da Petrobras. Ou quase todos: Paulo Roberto, Duque, Barusco, Augusto Mendonça, da empresa Setal que, junto com Paulo Roberto, entregou o resto da quadrilha.

 Para Renato Duque, enviei, até mesmo, uma carta de protesto contra uma obra que seria transferida do Rio para um estaleiro virtual de Pernambuco. Claro, nunca me respondeu.

 Tive um navio petroleiro, em sociedade com um dos maiores armadores do mundo. Esse navio teve uma grande simbologia, pois significou a quebra do monopólio de empresas estrangeiras que faziam transporte do petróleo importado pela Petrobras. Era um enorme petroleiro, de 200 mil toneladas. O batizei de M/V Presidente Tancredo Neves. Na cerimônia de batismo, recebi toda a família Neves, incluindo Da. Risoleta. Fiz uma linda festa.

Conto tudo isso, com o objetivo de repassar aos amigos, o que eu sei, vivi e entendo da Petrobras e, do corrupto Estado brasileiro.

 A corrupção em nosso país existe em TODOS os setores.

 Petrobras é somente uma das fontes ricas.

 Mas não escapa nada, não se salva uma só instituição.

 O Estado brasileiro só serve para uma coisa: ROUBAR.

 Não sobra NADA.

No Brasil, se rouba até merenda escolar!

 Por isso, atribuir exclusivamente ao PT a roubalheira é "injusto".

 Fato é que a Petrobras, como todos os demais órgãos do Estado, sempre foi um balcão de negócios para pessoas que se agrupam politicamente para roubar.

Os ladrões, os agentes, as empresas, todos, são os mesmos, desde sempre.

 Bobagem pensar que na época de Fernando Henrique Cardoso era diferente.

Puro desconhecimento.

Roubava-se da mesma forma.

Não ele, claro, Fernando Henrique Cardoso, um homem honesto, mas sim, os esquemas mafiosos que dominam a máquina estatal brasileira.

 A diferença desse "momento petista" na Petrobras, para os outros governos, encontra-se no volume de negócios da empresa que hoje, produz quase três milhões de barris de petróleo/dia, com investimentos de mais de USD 100 bilhões, enquanto no governo FHC, a estatal não alcançava um milhão de barris/dia, ou USD 10 bilhões anuais.

 Em outras palavras, o volume de negócios hoje é muito maior e, o nível da roubalheira, cresceu na mesma proporção. Mas os ladrões e as máfias SÃO AS MESMAS.

 Claro que não estou me referindo ao corpo técnica da empresa e, principalmente a expressiva maioria de profissionais e cientistas honestos, que vivem de seus salários, e que dedicaram e, dedicam suas vidas ao negócio petróleo, essencial para a economia do Brasil.

 Neste caso, me refiro, exclusivamente, aos bandidos e às quadrilhas que se apossam da direção da empresa, repito, para, simplesmente, roubar o patrimônio público.

 A Petrobras é hoje, uma empresa desmoralizada por culpa dessas quadrilhas e, dos políticos que as nomeiam para roubar.

 Conheço alguns ex-superintendentes e ex-diretores que saíram milionários da empresa. Uns pegaram seus milhões e foram embora do Brasil. Outros curtem suas fortunas roubadas, aqui mesmo, com iates em Angra, cavalos de salto, fazendas, etc.

Deram sorte e nunca mais serão pegos. Mas são muitos.

 Se o Ministério Público pedisse quebra do sigilo bancário, fiscal e telefônico de TODOS os ex-presidentes, ex-diretores, ex-superintendentes, ex-gerentes executivos e gerais, pelo menos dos últimos 20 anos, veria que muitos vivem acima do que seus salários permitiram comprar. E quantos milhões voltariam aos cofres públicos!

O que aconteceu dessa vez foi um "grande azar": a Polícia Federal pegou o ladrão Paulo Roberto Costa, em uma simples operação de câmbio com o doleiro Youssef.

 Daí, a polícia começou a pressioná-lo para dizer quem mais da Petrobras, participava dessas operações de câmbio negro. Paulo Roberto se negava a entregar os comparsas (Renato Duque, Barusco, empreiteiras, políticos e todos os demais membros da quadrilha).

 Foi quando, na prisão, brilhantemente lhe foi dito o seguinte: "ou você entrega teus comparsas, ou temos, todos os elementos que provam o envolvimento de suas filhas e genros como beneficiários de todos os roubos que você, Paulo Roberto, praticou.

 Assim,

vamos fazer o seguinte: ou você ABRE A BOCA E ENTREGA TODO MUNDO,

ou suas filhas e genros terão ordem de prisão decretada e, vão te fazer companhia aqui".

 Paulo Roberto, então, mesmo receoso de que a "máfia" pudesse calá-lo para sempre, ABRIU A BOCA......... e o resto da história todos nós já sabemos e estamos acompanhando.

A roubalheira na Petrobras só foi descoberta por causa desse "azar".

Caso Paulo Roberto não tivesse sido pego em uma simples operação de câmbio,

a roubalheira estaria correndo solta até hoje.

 A Petrobras possui milhares de fornecedores. E, não pensem que a corrupção se dá somente nas grandes obras. Ela acontece em todas as áreas, em todo o tipo de fornecimento de produtos e serviços. Mas vamos nos ater somente às grandes obras.

 COMO FUNCIONA A CORRUPÇÃO

 Peguemos, como exemplo, a refinaria de Abreu Lima, em Pernambuco

(deixemos Pasadena de fora: "operação pequena"). Foi orçada em USD 3 bilhões,

já foram gastos USD 23 bilhões! Como pode acontecer isso?

Quem aprova essa diferença brutal?

 Tudo começa com a licitação.

 As empreiteiras, em conluio com as diretorias (uma só não consegue autorizar sozinha), e as "bênçãos" do Presidente e do Conselho de Administração, participam da "concorrência pública".

 Combinam entre elas quem vai ganhar, já com o preço acertado com a direção da empresa. Aberto o envelope "ganha" a que apresentou "menor preço".

 Em seguida, dá-se inicio as obras , quando começa a corrupção pra valer, com os conhecidos "aditivos contratuais", que vão modificando os valores da concorrência.

 Por esses aditivos, muda-se, por exemplo, a especificação de uma tubulação,  para outro tipo, cujo fabricante também é outro, pois "atende melhor as exigências técnicas"; em seguida, por causa dessa modificação, será necessário mais mão de obra, mais horas de trabalho, pois o "tubo é maior". A tinta também deve ser mudada, pois o novo cano "não aceita" a que foi anteriormente especificada. E, daí, se constata a "necessidade" de se mudar todo o projeto de engenharia, com aumento incontrolável do preço inicial!

 Em outras palavras, somado todas as "mudanças", via aditivos contratuais, alcança-se valores que saem de USD 3 bilhões para USD 23 bilhões! E aí, inicia-se a distribuição de comissão para diretores, superintendentes, gerentes executivos e, claro, para os que os nomeiam: os políticos.

 Nos meus cálculos o superfaturamento das obras em curso na Petrobras, alcança mais de USD 20 bilhões, fora margem de lucro das empresas, que também, calculo em USD 20 bilhões. Somados esses valores, chega-se aos R$ 88 bilhões que a Petrobras confessa ter tido de prejuízo pela roubalheira descoberta.

 E, como se comprovam esses números? Muito simples: todas as obras realizadas nos últimos 10 anos, se fossem vendidas (Abreu Lima, Comperj, Pasadena, etc.), valeriam menos R$ 88 bilhões, pois foram super faturadas e, o preço de mercado, claro, é outro totalmente diferente. Daí o anúncio de perdas de R$ 88 bilhões.

 Em outras palavras, tudo o que a Petrobras dizia valer USD 100 bilhões, na realidade, vale, somente USD 20 bilhões! Como empresa, ela é obrigada a contabilizar esse prejuízo, fruto de roubo e corrupção.

 Em resumo, OS DIRETORES, EMPREITEIROS E POLÍTICOS, ROUBARAM R$ 88 BILHÕES DA PETROBRAS. PONTO FINAL.

QUEM SÃO OS CORRUPTOS, CORRUPTORES E   QUEM OS COMANDA.

 Os corruptos são diretores, superintendentes, gerentes executivos e gerentes gerais indicados por partidos políticos. Os corruptores são as empreiteiras e prestadores de serviço em geral. Todos "ganham". Todos tem a mesma responsabilidade criminal.

 No comando do Conselho da Petrobras, tivemos Dilma Rousseff, que aprovou a compra da Refinaria de Pasadena e todas as obras superfaturadas da empresa.

Na Diretoria da empresa, Paulo Roberto Costa, Cerveró, Duque, Barusco e toda uma quadrilha de empresas.

 Dilma Rousseff deve  explicação à nação.Eu acrescento que o Luís Inácio Lula da Silva também tem muito a explicar pois Dilma é sua criatura , as nomeações foram feitas no seu governo etc ! Etc uma ova ! ... vamos um pouco adiante : Inchaço da administracão federal, e por osmose das estaduais , dificultando o controle  - 39 ministérios ( alguns se não todos com porteira fechada ) ... que pitéu para os insetos ! Leniência generalizada exarcebando o bom mocismo já reinante que conduz à formação de oligarquias com suas camarilhas, e posteriormente de quadrilhas  ! ( veja no link : A saga da Venina ... ) Tranquilidade para os insetos pelo protecionismo petralha chamado de companheirismo -  tal procedimento extendido aos demais politicamente alinhados, pelo baixo gráu de governança ! E assim vai ... aqui já cabe o etc , um abraço !

domingo, 12 de julho de 2015

O vídeo transforma Lula em réu confesso

O vídeo transforma Lula em réu confesso

A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania então é hora de perguntar aos poucos indecisos : sabia ou não de toda a patifaria levada a cabo em seua governos ,e nos dela ? Sào e sempre foram Amigos e companheiros ... ela de nada sabia !... e continuam Amigos ?

quarta-feira, 8 de julho de 2015

A bem da integridade tão relegada ao segundo plano das cogitacões políticas ...

 ...deve -se considerar na conclusão da ação promovida pelo PSDB por alegadas ilicitudes na eleição passada ( ver link : Uma esperança de renovação política parece tomar forma ) em anular toda a eleição respeitando os direitos da candidata Marina Silva que também foi prejudicada ... no caso ... pela desproporcional desvantagem pecuniária que impediu sua campanha de se defender das injúrias assacadas contra ela pela  "vencedora ". A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania, louvo a iniciativa do candidato Aécio em quem votei e posso novamente votar . Mas repito que com vistas à integridade ... virtude que precisa ser restaurada em nossos costumes políticos ... a presente hipótese de anulação pura e simples , se impõe ! Para quem irá o governo ... no caso ... para mim pouco importa pois seria  um período transitório quando seriam realizadas novas eleições . Essas novas eleições já seriam para o novo Estado parlamentarista onde o controle da bufunfa passaria para o Congresso mais facilmente controlável pelo Estado, e suas instituições ... com o mandato dos parlamentares devidamente colocado  sob melhor controle dessas instituições do Estado . Talvez bastasse o mecanismo tradicional de dissolução do Congresso ... claro !... ajustado às características da dinâmica do poder entre nós . A propósito recordo que a atuação desse marketeiro do mal ... o tal de João Santana ... que segundo se badalaram seus contratantes... atua no inconsciente coletivo conduzindo dessa forma o voto dos desavisados ... e também de muitos que se julgam  melhores que os humildes desavisados..configura ao meu ver verdadeiro conto do vigário . O conto do vigário que é reprovado pela nossa organização jurídico / moral não deve ser base considerada legítima para a constituicão de um governo em nossa terra , e em lugar algum do planeta ... é uma vergonha que assim tenha sido entre nós ! Muito mais vergonha ainda que tenha sido levada acabo com dinheiro roubado com conivência do Estado presidido por um dos candidatos tendo como parceiro seu vice  ! Muito há que consertar  , mas com boa vontade e paciência ... mas sobretudo com integridade chegaremos lá . Até mais , com um convite para que não fiquem de bobeira ... atuem como possam ; é a hora !

Acredito que se prestarem atencão no que digo vamos todos pedir a anulacão dessa eleicão fajuta !

sexta-feira, 29 de maio de 2015

A propósito da "Reforma Política "que atazana nossos preclaros ...

... congressistas, quero observar que um pouco de calma , sensatez, e criatividade pode render bons frutos para todos nos pobres brasileiros sofredores que somos da baratinagem que toma conta do nosso Congresso diante de votações que impactam o eleitorado !A liberdade exige o exercício ativo e pleno  da cidadania assim meto o meu bedelho no pirão, e ouso a partir da minha tranquilidade, sugerir que por analogia ao judiciário desenvolvam para o caso das doações privadas ... sejam particulares ou empresariais ... mecanismo de auto declaracão de impedimento para partidos e/ou parlamentares que tendo recebido doações para campanha se sintam incompatibilizados para determinada votação ... simples ! ... não ?  Se houver em sua bancada alguém nessa situação, e ele mesmo (o partido ) esteja vinculado à doação interessada não poderá fechar questão na específica votação ... mais simples ainda !... não ? Advertência , suspensão, e até mesmo perda de mandato podem responder por correção no uso deste dispositivo que poderá até ser regimental apenas ! Para tanto as doações a partidos e /ou a políticos devem ser... sob pena de perda automática de mandato caso seja descoberto sua omissão ... declaradas no ato da posse do dito cujo e/ou da prestação de contas do partido ao STE . Se isso vai resolver o assunto não sei pois creio que somente a honestidade pessoal resolve ... e a deles... em geral... está bem mal com o povão .Como exemplo para esclarecer convido o leitor a ler uma crônica que reeditei : Honestidade pessoal. Assim fica bem claro que o que importa no final das contas é essa disposição interior para a integridade de caracter ... e não modos de eleger a turma , etc - reforma eleitoral , bolas ... não é certo que vá resolver ... e pode até piorar ! No meu entender nos estamos sendo engambelados como sempre , até mais !

Com a devida vênia Sr . Presidente , houve progresso ... mas tá russo !

Estamos esperando para ver no que isto vai dar! 

Que não de no que o Chico prevê no seu desabafo ;



quinta-feira, 21 de maio de 2015

O texto a seguir foi publicado por mim ...

... no fb a um ano atrás ... ie, antes das eleições  ! A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania, e o Zagalo usou de suas prerrogativas de cidadão de forma exemplar. Dei lhe então a palavra em meu pequeno espaço, e volto a dar lhe  para parabenizá lo ! Segue texto a que me refiro que me foi proposto pelo fb para repostagem !



Como disse o Papa Francisco :

Que isto, e os acontecimentos atuais, que entristessem todos nós, sirvam de alerta para que as pessoas conscientes não se omitam ... até mais !

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Rádio do Moreno: blog de Jorge Bastos Moreno sobre política, direto de Brasília - Jorge Bastos Moreno: O Globo

Rádio do Moreno: blog de Jorge Bastos Moreno sobre política, direto de Brasília - Jorge Bastos Moreno: O Globo

A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania... neste link ela é exercida com uma competente denúncia contra a atual política externa brasileira mostrando ao meu ver que não apenas a reforma fiscal é urgente . Definitivamente a reorientacão de nossa política externa é também urgente

Li a reportagem e gostei do que li pois entendi que :...

... Quem inventou o Frankstein , teve depois que lidar com ele e se deu mal ... se bem me lembro da história o cara ganhou vida própria , e ... no caso do Ex de má catadura ... nós é que tivemos que nos arranjar ! Golbery, Golbery ...droga !!!! Agora você ou seus seguidores devem consertar essa porcaria que ele e seus seguidores fizeram! A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania , e o jornalista Lúcio Flávio Pinto, fazendo uso da que ainda temos no Pais, publicou artigo bastante proveitoso para o leitor, que foi republicado no Observatório da Imprensa no link :A imprensa segundo Lula ... cuja leitura recomendo aos Amigos .Vamos sem desânimo continuar a construir a verdadeira e plena democracia em nosso Pais... agora mais maduros pelo sofrimento que nos causaram, e continuam a causar, os erros que esses desmiolados cometeram em nosso nome ... eu e muitos nos consolamos sabendo que não votamos neles ... mas fico eu pensando : o que fariam os que neles votamos ? , até mais !

terça-feira, 28 de abril de 2015

Uma esperança de renovação política parece tomar forma ...

... a partir de reconsideracão da decisão anterior do TSE que levou os atuais detentores do poder executivo aos seus atuais cargos . O protagonista deste feito,,,, que pode mudar a natureza podre da política atual ... iniciando de fato a verdadeira reforma política , e eleitoral aqui no Brasil... é o corregedor - geral do TSE o ministro João Otávio de Noronha . A liberdade exige o exercício ativo, e pleno da cidadania... e no exercício correto de seu ministério esse cidadão a  está sobremaneira honrando ! Vamos acompanhar esperançosos o correr desta ação impetrada pelos  ''perdedores " ie nós !Segue link para a reportagem sobre o assunto publicada sem alvoroço na edição de O Globo de hoje :TSE ouvirá delatores em ação do PSDB que pede cassação de Dilma

  O cidadão :


Os meses em que os atuais detentores dos cargos estão no poder não podem constituir impedimento para que uma autoridade espúria nele permanessa . Os juristas que se virem, e consigam base para o prosseguimento do Estado de DIREITO  aqui neste pedaço  ..,. sem abalroar o direito dos eleitores à uma eleição limpa !!!! Esta história de que esse povo tem a democracia que merece nunca colou, e agora...  daqui por diante...diante do que aí está posto , colará menos ainda ... esse é o meu recado para os milicos do mal . Até mais !

PS :
  Sem dúvida , maniqueismo e socialismo não são idéias que eu defendo ... falei acima em milicos do mal, explico - que se opõem à democracia trabalhando por regímens de forca que a maioria da populacão reprova . A mesma populacão que aprova as forcas armadas como sua protetora .Como esse blog expõe idéias a serem debatidas gerando uma saudável consciência crítica base de uma verdadeira democracia , transcrevo mensagem recebida por email do colega Francisco ... oriunda do Clube Militar :

Assunto: Pensamento do Clube Militar: "Conhecendo o Inimigo" - Gen Bandeira
Data: 28/04/2015 17h55min30s UTC


PENSAMENTO DO CLUBE MILITAR



Nosso Editor de Opinião comenta aspectos do Caderno de Teses do Partido dos Trabalhadores, preparado para o 5º Congresso a se realizar na capital baiana em junho próximo, em especial as expostas pela tendência “Chapa Virar à Esquerda! Reatar com o Socialismo!”. Como bem diz nosso articulista, a leitura é longa e desagradável, mas essencial para que compreendamos  quem prega o golpe neste país. E não se alegue que a “tendência em questão caracteriza-se pelo seu radicalismo revolucionário  e pregação do ódio na sociedade” pois as ideias que defende são muito semelhantes as tratadas no Forum de São Paulo.

Abaixo o link correspondente.        
http://www.pt.org.br/wp-content/uploads/2015/04/TESES5CONGRESSOPTFINAL.pdf
                                                       

Gen Gilberto Rodrigues Pimentel
Presidente do Clube Militar



CONHECENDO O INIMIGO

Gen Clovis Purper Bandeira
Editor de Opinião do Clube Militar
"Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece, mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas." Sun Tzu (594 a.C.-496 a.C.) in A Arte da Guerra.

            Talvez o prezado leitor julgue forte o termo inimigo. Não devemos temer as palavras.

            Mas se um grupo político desesperado e radical, assessorado por instrutores guerrilheiros estrangeiros e nacionais, possuidor de armamento letal e disposto a usá-lo, ocupando posições que lhe permitem paralisar, a qualquer momento, o tráfego nas principais rodovias do país e incursionar na área urbana, invadindo prédios públicos e privados – como, aliás, já fez várias vezes em treinamentos isolados – é chamado por um ex-presidente boquirroto e sem compostura de “exército”, que ameaça empregar nas ruas para forçar a adoção de suas ideias, é bom conhecê-lo. Mesmo que o chamemos por um eufemismo, como adversários, forças adversas ou expressão equivalente.

Não tenha dúvida: para eles, somos o inimigo, e eles não têm nenhum escrúpulo em empregar o termo. E como tal nos tratarão.

Mas o que deve nos preocupar não é tanto o “exército” inimigo, mas seus mentores e as forças que o mantêm, doutrinam e sustentam, os partidos comunistas ou filocomunistas capitaneados pelo nefasto e desonesto PT. E que o empregará, o que se torna mais possível quanto mais desesperadora for sua situação.

Acossado por denúncias diárias de corrupção, lavagem de dinheiro, evasão de divisas etc, responsabilizados pela derrocada da Petrobras, acusados de estelionato eleitoral, cúmplices de todas as maracutaias e falcatruas que envergonham o Brasil, o desespero pode levá-los a atitudes extremas, pois sentem o poder escapar entre seus dedos.

Atônito com o clamor popular contrário que sobe das ruas, apenas quatro meses depois de assumir mais um mandato no executivo federal, o PT organiza seu 5º Congresso Nacional.

 Dentre as sugestões recebidas das diversas correntes de opinião que compõem o partido, cada vez mais uma frente de ideias inconciliáveis, chama atenção a tendência “Chapa Virar à Esquerda! Reatar com o Socialismo!”. Apesar de rolar pela internet, vertendo ódio e radicalismo revolucionário extremos, as sugestões deste grupo não constam da página oficial do PT.

As delirantes propostas atribuem o fracasso administrativo e gerencial dos mais de doze anos do partido no poder a uma suposta inclinação à direita, o que só ocorreu no atual mandato, por absoluta necessidade de a presidente evitar o caos total na economia do país.

Culpando o capitalismo pelas desgraças que produziram, propõem uma retomada das propostas originais do partido na busca do socialismo, como se tivessem feito outra coisa que não fosse procurar implantá-las no Brasil e apoiá-las nos países vizinhos.

A implementação do sugerido no documento só pode ser feito por meio de um golpe de estado, com o fechamento do Congresso.

Não pretendemos aqui analisar todo o documento, que pode ser encontrado na Internet. É leitura longa e desagradável, mas importante para que se saiba quem são os verdadeiros “golpistas”.

Dizer que se trata de proposta de grupo radical não convence, pois grande parte do núcleo duro do PT assim pensa, inclusive Lula, segundo declarações do próprio no Fórum de São Paulo – aquele que não existia.

É imprescindível que a sociedade e sua vigilante imprensa não ignorem a realidade, mesmo com o fim do socialismo no Brasil, confirmando as palavras de M. Thatcher: “o socialismo só dura enquanto dura o dinheiro dos outros”.

Com o tesouro quebrado, as principais empresas demolidas, o desemprego e a inflação disparando, não há como pretender aplicar agora ideias socialistas em nosso país, pois não há dinheiro dos outros (dinheiro público) para dissipar.


Em tempo esclareço que essa última frase é a meu juízo  particularmente verdadeira , que os Amigos leiam e considerem para seu proveito , até mais !

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Finalmente o Brasil acorda para ...

...a realidade abandonando, creio que de uma vez por todas, a postura de inquilinos da'' Ilha da Fantasia'' . A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania assim, usando de sua prerrogativa de candidato lesado pela torpeza da candidata adversária, Aécio Neves assume uma posição de destaque no cenário político atual .Não podia esperar mais ... no atoleiro em que estamos é perigoso permanecer ... precisamos reagir, e recobrar nossa face diante das Nações responsáveis .Vejam o vídeo publicado no FB por Aécio Neves na Terça, 14 de abril de 2015  :

Alguem em fim empunhou a nossa bandeira ... vá em frente Amigão !





 Nossa situação é dramática. Pela irresponsabilidade do atual governo, temos um cenário único no mundo, que é de crescimento negativo e inflação alta. Nós estamos puxando o crescimento da América Latina para baixo. Brasil, Venezuela e Argentina serão, na região, os países que menos vão crescer. No momento em que o mundo acena para um crescimento acima de 3,5%, nós cresceremos, durante o período do segundo mandato da atual presidente, zero. Essa é a média que os analistas fazem. Fruto de quê? De crise internacional que já não existe? Fruto da seca? Não, fruto da irresponsabilidade de um governo, que, mesmo sabendo dos equívocos que havia cometido, não corrigiu os rumos quando precisava corrigi-los. E hoje o custo será pago principalmente pelos brasileiros que menos têm. - Aécio Neves
Posted by Aécio Neves on Terça, 14 de abril de 2015 
 https://fbstatic-a.akamaihd.net/rsrc.php/v2/y4/r/-PAXP-deijE.gif




quarta-feira, 8 de abril de 2015

Estamos bem encrencados com esse Presidencialismo combinado ...

... com governo de Coalizão . Mal ajambrada a atual coalizão que sustenta a Presidente está caminhando para um impasse que montará a pior crise instirucional pela qual teremos passado desde a implantação da República .A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania, e a dos dois ai embaixo está muito comprometida com nosco, os seus eleitores... face aos fatos que  são trazidos ao nosso conhecimento ..



 Ambos envolvidos por si e/ou por seus companheiros de partido , e aliança, tornaram -se reféns um do outro . Olhando suas fisionomias na foto, vê se que estão muito preocupados ... pudera a operação Lava- jato grampeia os dois PMDBISTAS na linha sucessória ... a operação Zelotes entra no Ministério da Fazenda , e ameaça gente grande dos governos anteriores desde Lula até Dilma .Há ainda  a CPI do BNDES curiosamente abafada na véspera dessa mudança na coordenação política do governo, o que parece a mim ... não sei se também a vcs... apelo por blindagem política que faz com que a menina passe de fraca a refém !!!! Isso não é nada bom para o Pais. .Na linha sucessória sobraria o Ricardo , pessoa digna de respeito, mas ... não é político nem administrador ,.. e' um jurista ,e o quadro que se desenha requer um bom político, e administrador sagaz .Estamos caminhando para uma situação em que as lambanças precisam acabar, e um caminho ser encontrado. O Temer embora eu não o veja como grande administrador, poderia ser esse, pois ao que se sabe não tem sobre si ameaça alguma de grampo ... mas seu partido está dividido, e a aliança pulverizada com medo ainda da PF o que dificultaria a velha política da qual seu grupo no partido é bom de bola . O que fazer comecar uma nova forma de fazer política com a turma mal acostumada  ! E ainda o dinamismo do mundo lá fora não ajuda em nada !Vamos blindar a Dilma , e seguir até onde pudermos... pessoalmente acho que não é solução - é empurrar com a barriga !
Esses pensamentos me vieram após a leitura do  artigo de Carlos Pereira em O Globo para cuja leitura ofereço o link : Dilma entrega articulação a Temer . Sugiro que antes de Domingo faca uma leitura dele e  pense a respeito do que reivindicar no protesto . Feliz posicionamento para todos , até mais .

quarta-feira, 25 de março de 2015

Conclave de Washington...

 ... essas palavras bastante lúcidas mostram como é urgente, e precioso desenvolver entre nós uma consciência crítica saudável .A liberdade exige o exercício ativo, e pleno da cidadania, que somente se torna exequível se vivemos em um Pais onde podemos discutir com propriedade entre nós nossos problemas, e encontrar para eles solucão socialmente aceita .

quinta-feira, 19 de março de 2015

Data Venia queridos Congressistas , em especial ao Leonardo ...

... a quem lembro o esclarecimento que a mãe deu ao Forrest Gump : "meu filho idiota é que faz( ou diz ) idiotice". Longe de mim dizer isso de qualquer de Vossas Excelências, mas ...  A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania, e isso me leva a lembra- lhes que Vossas Excelências, no momento, estão representando apenas 9% do povo brasileiro ... segundo o Data Folha . Sei que legalmente é verdade que são nossos representantes ... mas precisam recuperar a face pois estão no fundo do poço ! O Presidente de Vossas Excelências está se esforçando bastante ... mas falta ainda muito ... muito mesmo ! A propósito, se posso dizer algo sobre a reforma política ... aqui vai : as doações para campanhas por empresas e/ou particulares seriam perfeitamente aceitáveis, ao meu ver, se vindas diretamente do caixa da empresa ( saindo do lucro ) ou da CC do doador, e em ambos os casos , declaradas ao fisco, para obtenção de redução do IR . Esta dedução no caso das empresas reverteria no final de contas em benefício do consumidor, pois reduziria o custo final do produto da empresa . Estas doações seriam feitas à justiça eleitoral, que as alocaria aos destinatários... se aprovado seu uso em campanhas éticas, e construtivas... ie promotoras de educação cívica do povo eleitor ( não confundir com ideológica ) . Caixa 2... e uso ruim das verbas resultariam em restrição séria dos direitos cívicos/eleitorais dos infratores .O clima de bulha impede que os assuntos sejam amadurecidos de forma conveniente... não sendo pois do interesse dos eleitores .Trabalhem mais, e briguem menos ... por favor ! Até mais !

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Gostei do artigo que o FHC nos apresentou em O Globo ...

... deste domingo passado com o sugestivo título de CHEGOU A HORA  .  A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania, ele o fez em momento oportuno quando mais precisávamos de sua experiência de político e Ex Presidente . Mas ... com sua permissão... devo dizer que se rastrearmos procurando os maiorais responsáveis pela bagunça instalada no Pais chegaremos à malfeitores fora de nossa jurisdição ... assim fiquemos com os nossos, bem sugeridos no excelente artigo , que para serem alcançados não vai ser fácil ! As fotos a seguir dão ideia do que suspeito :



Pois é suspeitar é um direito do cidadão ... mas no caso... nossa paciência está chegando no terceiro volume morto !
Sejam quem forem os que estão acima destes , são estes que podemos pegar ... então mãos à obra ! Mas cuidado que o pior cenário é o de vazio de poder ... este deve ser passado legalmente para quem merecer um mínimo de confiança ... céus!...: quem ?!!!! Ruim com eles pior sem eles ? Tá  ... pior não pode ficar ? e se ficar ! Tá russo , mas cuidado que a máfia deles é cruel ! São campeões em destruir, e nulidades em reconstruir!  Leiam o artigo via link no início dessa postagem  ... se já não o fizeram ... e tirem suas próprias conclusões . boa leitura e até mais ! 

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Pera aí Cara Pálida... traidor de quem ? ...

.. não do cidadão que estava sendo roubado !.A liberdade exige o exercício ativo e pleno da cidadania ,e os delatores restabeleceram a vergonha entre nós . Cara, nos estamos em uma República, onde ... sem querer ensinar o Pai Nosso ao vigário ... res significa coisa, e pública = nossa (do cidadão ) , ie :  res + pública = república . Eles estavam nos roubando, e roubando os acionistas privados...  os delatores foram premiados porque nos salvaram para salvar a própria pele ... tudo bem , mas estancaram a pouca vergonha que estava rolando ! Agora você vem que são traidores... não faz sentido !A lealdade aqui deve ser entendida como sendo em relação à cidadania, e não aos malfeitores !!!! Acho mesmo que falta ao sistema jurídico desenhado na Constituição Cidadã uma instância privada do ministério público que pudesse ser acionada a partir de iniciativa privada . Os acusados pelo ministério público, e processados, recebem apoio de escritórios de advogados de primeira linha .Esses escritórios dão inclusive consultoria paga para orientar seus clientes em como agir sob a vigilância da Constituição Republicana para não serem pegos ... e clamam contra a violação da  segurança jurídica quando a jurisprudência é mudada pelo STF como aconteceu no caso do Mensalão . Porque não nos permitir defender o nosso patrimônio através de uma instância privada de defensoria? O denunciante assumiria o risco calculado, e seria agraciado com uma porcentagem do que fosse recuperado ... mas pagaria o custo da ação a ser desenvolvida pelo escritório credenciado . Muitas empresas prejudicadas pela maracutaia dos políticos não precisariam aderir para sobreviver, e funcionários de bom caráter entrariam para o serviço público, e seguiriam suas carreiras sem susto ...  se necessário colaborariam com o Estado Democrático sem medo de serem chamados de TRAIDORES  ... droga ! : de quem , do político que obteve sua nomeação ... ou de quem ? A minha indignação surgiu da leitura em O Globo do artigo' Degradação Jurídica' da coluna' Tema em Discussão- Delação Premiada' que publico a seguir para seu conhecimento, e avaliação : Degradação jurídica . No meu modo de ver a nossa constituição está perneta no que diz respeito à defesa do bem público ... como defendi acima é preciso dar à cidadania meios privados de acusação para não deixa - la à mercê de governos de ocasião... muitas vezes de eleição comprada, até mesmo com o produto do malfeito .
Fico por aqui não sem antes reclamar pelos exemplos de traidores usados que ao meu ver desafinam com o assunto pois Jesus não foi chefe nem membro de quadrilha e Joaquim Silvério era fiel ao Monarca da época ,,, eu não faria o papel dele mas pergunto : quem antipatiza com os delatores de hoje apóia a versão de que tudo foi projeto político revolucionário ? Acham que aqueles que vierem a ser condenados na operação Lava- Jato  devem mostrar os sovacos à Nação em protesto ?Até mais !
Não sem antes alertar para a grande importância da discussão desse Tema para o futuro de nossa Pátria ... quem se achar competente que segure a bandeira que atiro ao Pais :



sábado, 10 de janeiro de 2015